O Xadrez e a Música

quarta-feira, abril 04, 2007

FILTRO D´AMÔR
(PARTE II)



CENA III

Manivela, depois Basalicão


Manivela - Eu badalar... sou mais mudo...(Levando a mão à testa) Ora o boticário que ainda me não trouxe a xaropada. (Vai à porta da rua e chama): - Ó seu Basalicão! (pausa) Ó vizinho Basalicão! (Aguarda um momento e vai dando passagem)
Basalicão - Você está impaciente, homem. Isto demorou porque teve que ser filtrado várias vezes.
Manivela - E dará resultado ?
Basalicão - Garantido!
Manivela - (tirando um pequeno frasco duma gavêta do balcão) Ainda aqui tenho isto (Lendo o rótulo) – GARGANTOL – 1º - Para tomar às colheres de pau. (Rindo) Ah Ah Ah!!
Basalicão – O rótulo é para disfarçar (entrega-lhe o 2º frasco, que traz, e recebe o 1º). Agora leia.
Manivela – (lendo o rótulo do 2º frasco)- GARGANTOL - 2º - Ajeite quando usar. Ah, Ah!, ajeite é muito boa, seu Basalicão.
Basalicão – (Olhando o conteúdo do 1º frasco) - Você chegou-lhe uma dose forte, ahn?
Manivela - Se lhe parece. O maldito papagaio estava todo o santo dia: (imitando) Ó Manivela, ó Manivela! (alto) - Pedi à vizinha para o mudar para o saguão; ia-me comendo. ”Eu, tirar da janela o meu Pinocchio?” que o papagaio era muito seu, e desde que Pedro Álvares Cabral descobriu o Brasil, sempre se têm visto papagaios pendurados nas janelas.
Basalicão – Vá lá responder a uma dessas.
Manivela - Foi então que pedi o seu concurso, amigo Basalicão! Foi remédio santo. Misturei-lhe a droga na paparoca e há 3 dias que o papagaio se não ouve. Está que parece uma rã (imitando) ââh, ââh...
Basalicão - Isto é seguro. Ataca de tal maneira a guela que só ao fim de muitos dias passa a rouqueira.
Manivela - Mas a dona parece que farejou que fui eu, fez barulho. ameaçou ir queixar-se à polícia, e tive que prometer que lhe curava o bicho.
Basalicão - Pois dê-lhe isso (aponta para o 2º frasco) que meia hora depois está bom. E é pena. Não tarda que o maldito recomece a meter-se com a vizinhança É cada grito! (imita) Ó boticário!!!...
Manivela - Tem que ser, senão entra a Polícia (Basalicão vai a sair). E deixe cá ver esse também, homem... ainda pode fazer falta.
Basalicão – (entregando o 1º frasco) - Mas não abuse, ahn! (Sai de cena Basalicão pelo F.E.)
Manivela - Ora vamos lá deitar esta mistela na comida do papagaio, a ver se o maldito recupera a fala (Sai igualmente pelo F.E.- porta da rua).



CENA IV

Júlio, depois Manivela



Júlio (entrando pela D.B. e não vendo ninguém) - Nem o pateta do Manivela, nem a sonsa da minha prima. A loja desamparada. Se agora entrasse o meu tio, havia de ser bonito. (pausa) E eu que preciso de falar ao Manivela (pausa) Ah! lá vem ele.
Manivela - (que volta da rua) - Boa tarde, Senhor Júlio.
Júlio - Onde é que estiveste metido para deixares a casa às moscas?
Manivela- Estive só aqui à porta, a dar este remédio (mostra o frasco) ao papagaio da vizinha - o Pinocchio - que está rouco.
Júlio - Bem. Venho lembrar-te a nossa combinação. Já achaste algum estratagema?
Manivela - Ainda nada, senhor Júlio; é muito difícil...
Júlio - Lembra-te bem do combinado. Bem sabes que a recompensa é boa.
Manivela - Eu bem queria. Mas se não arranjar maneira?!
Júlio - Tens de arranjar e é já para, hoje. (Tira um programa da algibeira) Cá está. (Lendo) Hoje, realiza-se no Teatro Folias Brejeiras um grande Sarau de Gala, etc., etc.. Olha os números: tal, tal; para terminar, o final da Opereta "Joujoux e Balangandans", cantado por D. Lúcia de Lima e pelo Sr. Carlos Saldanha, com coros. (Vai dobrando o programa). Ora isto é que é preciso evitar. Arranja as coisas de maneira que ele lá não possa ir cantar. Eu estou lá hora de começar e vou substituí-lo; e com vantagem.
Manivela (Aparte) - Com vantagem? Não me parece. (Alto) Eu pensei que talvez...
Júlio (Apressado) - Diz, diz...
Manivela - Talvez se se eonseguisse que a Dª. Lúcia não cantasse ele também lá não fosse!
Júlio – Não, isso não. E depois, quem a substituiria?
Manivela - A menina Isabel, por exemplo.
Júlio - A minha prima? Isso sim, é acanhada para aquilo. E mesmo não queria.
Manivela - Isso é que o senhor não sabe...
Júlio – Em vez da outra ? Elas estão a ferro e fogo. Não! A Lúcia tem de cantar, o Carlos é que não.
Manivela (Aparte) - O que tu queres é ir fazer figura ao lado dela. Também estás pelo beiço. (Alto) Isto é o diabo…
Júlio - Qual diabo! Já não é a primeira vez que tu tens ideias salvadoras. Procura. Manda-lhe um telegrama a anunciar a morte do tio rico que ele tem lá para o Norte.
Manivela - O quê? Se ele soubesse que lhe tinha morrido o tio rico, ainda cantava melhor…
Júlio - Não sei, resolve. Deixo o assunto nas tuas mãos. Quando voltar quero ter já o plano completamente urdido. Até logo. Vamos, homem, dá umas voltas à manivela, a ver se isso sai. (Sai pelo F.E.).

(continua)

6 comentários:

Maria Velho disse...

LEONOR

A PEÇA É ENGRAÇADÍSSIMA..RELEMBRA OS DIÁLOGOS QUASE ESQUECIDOS DAS TARDES DE DOMINGO , HÁ MTOS.ANOS, EM QUE VÍAMOS E RIAMOS, SEMPRE, DOS FILMES DO ANTÓNIO SILVA, DO RIBEIRINHO...
JÁ FOI LEVADA À CENA ALGUMA VEZ??
UM BJ.

Aspásia disse...

OLA LENITA

NÃO PÔDE SER LEVADA À CENA EM SETÚBAL "IN ILLO TEMPORE"... POR FALTA DE VERBAS... E ISTO AINDA VAI A MENOS DE METADE... SÃO 13 CENAS.

JA FUI VISITAR A RITA LEMOS... E DEI LOGO COM A TUA ESTREIA COMO TEAM MEMBER. JA LÁ COMENTEI.

ESPERO QUE JÁ TENHAS VENCIDO O BICHO DA ERVILHA... OU ENTÃO FAZEM UMA SIMBIOSE...

BEIJINHOS JOUJOUX...

Maria Velho disse...

COMO É?? AMANHÃ É ROMINGO E EU QUERIA OUVER A III PARTE??
NUM TENS TRABALHADYU MUNTO, PAS NON?

LEONORETA A QUE XUXA A CHUPETA( QUE PIROSISMO LATINO-MERICANO!)-PARECE UMA CANÇÃO DO SOR EMANUEL, NÃO???

MJ disse...

Querido tio Rui :-)

Só hoje tive tempo para, devidamente, "saborear" estes 1ºs capítulos da peça.

Está uma delícia!! Parabéns!!

Aqui, na Trofa, há um grupo de teatro amador. Uma ou duas vezes por ano, levam a cena umas peças teatrais.

Logo que esta esteja publicada na íntegra, será que posso mostrá-la a esses "actores"?

Talvez tivessem condições para fazer a sua divulgação.

O que acha, meu querido?

Um beijo muito grande*

Aspásia disse...

ÓH LENICA MINHA RICA BEM SE VÊ K NÃO TENS OLHO SECO COMO EU... LA VOU PASSANDOM ISTO MAS ESTIVE PIOR DOS OLHOS 2 DIAS E TB SE METERAM VARIAS COISAS... E COMO ISTO É GRANDE, ESTAVA A DAR TEMPO PARA MAIS PESSOAS LEREM...
OU A MENINA ESTAVA PINSANDO Q A PEÇA ERA SÓ PARA SI, QUERIDUCHA??? JÁ ENSAIOU O PERSONAGEM DE BASTIDOR??? OU TALVEZ O BASALICÃO...

MAS VOU PUBLICAR HOJE MAIS UMA CENA!!!

BEIJINHOS BASILISCOS...

Aspásia disse...

MJ MINHA FOFA

PODES MOSTRAR TUDO ISTO. SEJA A JESUS CRISTO OU AO MAFARRICO!!!

TU ATE PODIAS FAZER DE ISABEL E O JOHNY DE MANIVELA, A DIANA DE LUCIA DE LIMA, E A LICAS ARRANJAVA SE PARA FAZER DE PINOQUIO O P+APAGAIO!!! COMO É DE BASTIDOR...

ESTA PEÇA ESTÁ ABERTA Q QQ COR, RAÇA OU CREDO, SEJA PROFISSIONAL, AMADOR OU... AMANTE!!!

OLHA DE REPENTE PENSEI... PODIAMOS CONVIDAR O ALQUIMISTA PARA BASALICÃO! ESSE É Q ERA BOTICÁRIO, ESTA RELACIONADO!!!

BEIJOS HILARIANTES...